Veja como fazer o INSS reconhecer suas contribuições

Segurados que pediram aposentadoria do INSS, mas tiveram algum período de contribuição que não foi considerado, podem tentar regularizar a situação em uma agência da própria Previdência Social.

calculo-aposentadoria-jpg

A falta de reconhecimento costuma ocorrer quando o tempo de trabalho não está no Cnis (cadastro de contribuições), documento usado pelo INSS para calcular o benefício e traz detalhes do histórico de trabalho de quem busca a aposentadoria.

Pode acontecer a falha quando os segurados têm registro na carteira, mas não no Cnis ou quando fazem o próprio recolhimento, como autônomo ou facultativo, e a contribuição não entra no cadastro.

Outra possibilidade é quando a pessoa presta algum serviço para a empresa e ela não faz o recolhimento ao governo.

De acordo com o advogado Luiz Felipe Pereira Veríssimo, do Iprev (Instituto de Estudos Previdenciário), o ideal é verificar antes de se aposentar se todos os seus empregados e contribuições constam no Cnis.

Essa comprovação precisa ser feita enquanto o INSS analisa a solicitação, pois, se ocorrer alguma falha é possível pedir, na agência, para anexar documentos que comprovem o trabalho fora dos registros e não precisa esperar ainda mais para ter o direito ao benefício.

Já quem teve a aposentadoria vetada por falta de tempo de contribuição, deve entrar com recurso administrativo. O prazo é de 30 dias após o recebimento da carta com a negativa. Será necessário ir à agência, fazer o pedido por e apresentar documentos que comprovem que houve a contribuição, como a carteira de trabalho ou carnês de recolhimento.

Veríssimo explica que se tiver anotação na carteira e os carnês o INSS tem de aceitar o pedido de consideração do tempo de contribuição. Porém, se a questão não for solucionada, a justiça é um caminho.

<