Deputado leva proposta a presidente Temer para País sair da crise

O sindicalista e deputado estadual (PSDB-SP), Antonio de Sousa Ramalho, o Ramalho da Construção, defendeu hoje (11 de agosto) em evento realizado com o presidente em exercício Michel Temer, em Brasília, que haja mais investimentos na Construção Civil do País. Em discurso, perante mais de mil pessoas, entre empresários, trabalhadores e autoridades, Ramalho apresentou números. “Quando se investe R$ 1 bilhão no setor, gera-se 15.157 empregos diretos e com carteira assinada. Mais os indiretos, esse número supera os 51 mil. Além disso, o montante investido representa a construção de 13.788 moradias. A Construção Civil é o melhor caminho para que o Brasil se recupere social e economicamente”, afiançou Ramalho. O parlamentar e sindicalista propôs a criação de uma agenda para se tratar exclusivamente do setor. De imediato, o presidente Temer adotou a ideia. Assim sendo, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, ficou incumbido de promover tal pauta de 40 em 40 dias. “Em 2011, a Construção Civil abrigava 3.620.000 trabalhadores”, continuou Ramalho. “De lá para cá, perderam-se 750.000 postos de trabalho. Hoje temos 2.870.000 trabalhadores com carteira assinada. Um investimento de R$ 47 bilhões seria capaz de reequilibrar a situação no segmento”, pontuou. Realizado no Palácio do Planalto, o evento contou com a participação de diversas entidades que integram a cadeia produtiva da Construção, como a CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), a ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e do SINAENCO (Sindicato Nacional da Arquitetura e Engenharia).

<